Escolas de Gouveia

Não Vencemos, mas ganhámos…

parlamento jovens 20 anos

Ganhámos conhecimentos, experiência, amigos, quem sabe… o gosto pelo debate político.

O Concurso Nacional é, talvez, o maior desafio nacional de preparação prática dos jovens para o exercício de uma cidadania ativa e responsável.

As sessões do Parlamento dos Jovens realizam-se, anualmente, na Assembleia da República desde 1995. No dia 8 de janeiro de 2016 assinalou-se o 21.º aniversário da primeira edição do programa, que se desenvolve em várias fases ao longo do ano letivo e são semelhantes para as sessões do ensino básico e do ensino secundário:

1.ª fase: Escola;
2.ª fase: Distrito/Região Autónoma;
3.ª fase: Assembleia da República.


Constituem objetivos do programa:

  • Educar para a cidadania, estimulando o gosto pela participação cívica e política;
  • Dar a conhecer a Assembleia da República, o significado do mandato parlamentar, as regras do debate parlamentar e o processo de decisão do Parlamento, enquanto órgão representativo de todos os cidadãos portugueses;
  • Promover o debate democrático, o respeito pela diversidade de opiniões e pelas regras de formação das decisões;
  • Incentivar a reflexão e o debate sobre um tema, definido anualmente;
  • Proporcionar a experiência de participação em processos eleitorais;
  • Estimular as capacidades de expressão e argumentação na defesa das ideias, com respeito pelos valores da tolerância e da formação da vontade da maioria;
  • Sublinhar a importância da sua contribuição para a resolução de questões que afetem o seu presente e o futuro individual e coletivo, fazendo ouvir as suas propostas junto dos órgãos do poder político.

Estes objetivos são transversais a qualquer Projeto Educativo, por isso o Agrupamento de Escolas de Gouveia, depois de um interregno, voltou a participar, desta vez com duas equipas.

Pelo Ensino Básico, a equipa foi constituída por sete alunos do 9º ano: Matilde Freitas (porta voz), Rui Alves, David Nunes, Miriam Coelho, Henrique Gonçalves e Diogo Moura. Participou ainda o aluno Francisco Ferreira, que foi eleito para vice-presidente da mesa da assembleia distrital. O tema em debate foi: «Racismo, preconceito e xenofobia».

Pelo Ensino Secundário, participaram os alunos Tomás Heleno (que secretariou a assembleia, após ter sido eleito numa sessão realizada na Guarda), José Eduardo Sequeira (porta voz), Catarina Marques e Sara Carvalho, todos do 11º ano. «Assimetrias Regionais, como combatê-las?» foi a grande questão nacional em debate.

Em causa estiveram sempre os argumentos, a forma de os apresentar e a capacidade argumentativa dos senhores deputados, mas, à semelhança das assembleias dos adultos, os jovens mais experientes nestas andanças foram delineando “estratégias democráticas” que transformaram a força dos argumentos em argumentos à força.

Globalmente é muito entusiasmante ver e ouvir os nossos jovens usarem da palavra e assumirem- se como defensores de causas públicas, do bem comum, defendendo as suas perspetivas e contra argumentando as dos outros. Esta é a essência do programa, esta é a experiência que lhes fica para a vida.

PARABÉNS aos alunos do Agrupamento de Escolas de Gouveia pelo seu notável desempenho.

Parabéns aos vencedores, Seia - no Ensino Básico e Guarda e Manteigas - no Ensino Secundário.

Obrigada a todos os que connosco colaboraram desde outubro na construção dos nossos Projetos de Escola e na seleção dos alunos representantes. Uma palavra de apreço aos encarregados de educação pelo apoio e disponibilidade, eles sabem que «por aqui é que vamos…». A Direção da nossa Escola também esteve presente, tornando visível o apoio que sempre nos deu.

Acreditamos que juntos vamos aprendendo a construir um mundo mais tolerante, mais criativo, mais participado…, enfim, um mundo melhor.

As coordenadoras do projeto:

Mª de Jesus Prata Machado

Rosa Costa

laranja Vermelho Azul Verde Roxo